Convênio possibilita retorno de curso técnico no Polivalente

Pelo convênio, a Prefeitura se obriga a construir um prédio para abrigar as novas turmas dos cursos de Técnico de Nível Médio e Tecnólogo em nível de terceiro grau. O convênio prevê ainda o início das obras no próximo mês de agosto.

Através de um convênio firmado entre a Prefeitura, o Senai – através da interveniência da Fiemg, o governo do Estado de Minas, através da Secretaria de Estado da Educação, será possível a retomada do curso Técnico de Alimentos, do Colégio Professor Arlindo Pereira (Polivalente). O convênio irá possibilitar a implantação de mais uma unidade do Senai, nas dependências do colégio, o Centro Tecnológico de Alimentos do Sul de Minas.

Pelo convênio, a Prefeitura se obriga a construir um prédio para abrigar as novas turmas dos cursos de Técnico de Nível Médio e Tecnólogo em nível de terceiro grau. A expectativa é de que, em fevereiro do próximo ano, as seis salas já estejam funcionando, num total de seiscentos alunos. O curso técnico será gratuito, e o de nível superior, com taxas compatíveis com o mercado, como são hoje os cursos do Senai.

De acordo com o prefeito Sebastião Navarro, os equipamentos do laboratório do Polivalente estão orçados em cinco milhões de dólares , num projeto que foi implantado quando de sua primeira gestão como prefeito.

“Carrego uma grande responsabilidade de ter construído o laboratório, por orientação da Faculdade de Alimentação da Unicamp. Lembro que técnicos vieram aqui e disseram que na Unicamp não tinha um equipamentos como estes. Hoje, depois de tantos encontros, temos apoio do Senai, através da Fiemg”, disse.

Para o presidente da Fiemg/Regional Sul, Ary Novaes, o convênio assinado na tarde de segunda-feira, 25, “tínhamos um problema crônico e critico, porque o Estado não tinha como viabilizar recursos. E o Sistema Fiemg já possui um centro de alimentação em Uberlândia, que é o segundo do país. E o pessoal de lá já esteve aqui e se impressionou porque somos melhores que Uberlândia, em termos de equipamentos. Então, teremos a terceira unidade do Senai em Poços. A primeira, a João Moreira Salles, a segunda, o Centro de Design e agora o Centro Tecnológico de Alimentos do Sul de Minas”.

Ainda segundo Ary Novaes, devem ser homenageados a professora Claudete Romeiro do Nascimento Vieira, que coordenou o curso e cuidou de todo o patrimônio e o professor Cyro Gonçalves Teixeira. Ele anunciou ainda a vinda de uma delegacia do Sindicato das Indústrias de Alimentação do Sul de Minas, que abrange 136 cidades vai montar uma unidade dentro do Senai para dar todo suporte na área patronal de alimentação em Poços de Caldas.

Pelo convênio, cabe à Prefeitura a construção de seis salas de aula, dependências administrativas, biblioteca, sala multi-meios, cantinha, sanitários e muro. O convênio prevê ainda o início das obras no próximo mês de agosto.

Fonte: Jornal da Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *