Arquivo da Categoria: Cidade

Google Street View já mapeou mais 30 pontos da cidade

Uma equipe do Google Brasil está novamente em Poços de Caldas, desta vez para registrar imagens detalhadas de pontos turísticos e outros locais. Durante duas semanas, fotógrafos visitaram o Cristo Redentor, a Urca, o balneário das Thermas, o Ronaldão, o clube e o CT da Caldense, entre outros lugares, captando imagens que serão inseridas no serviço de mapas.

Para você que assim como o Google não tinha esse pontos turístico em sua lista pode usar o saldo da Nota Fiscal. Sabia que tem como ver no aplicativo Nota Fiscal Paulista? Claro, se você for do Estado de São Paulo.

Ao todo, foram listados 30 locais. Além do carro, a equipe utilizou um mini triciclo nos ambientes onde o espaço para trafegar era reduzido. O serviço está sendo feito nas principais cidades do país, mas Poços de Caldas é a primeira a ter esse tipo de mapeamento concluído. O trabalho foi coordenado pela Secretaria Municipal de Comunicação Social, que indicou os principais pontos a serem a registrados pelas câmeras do Google.

PRAZO

As imagens estarão disponíveis no site num prazo de três a seis meses, pois passarão por um demorado processo de edição que inclui supressão de fisionomias e números de placas de veículos. Atualmente, quem visualiza Poços no Google Maps tem à disposição a ferramenta Street View, que permite observar as principais ruas e avenidas da cidade por meio de imagens em 360 graus. A primeira visita da equipe aconteceu em 2011.

Palestra desmistifica fato de Poços ser um vulcão

A Escola Criativa Idade recebeu para uma palestra a professora e mestre em geologia pela Unifal Fátima Sarkis, em um encontro com alunos de 6º ao 9º anos, pais e professores sobre os eventos no planeta. A palestra começou com informações sobre a formação do planeta Terra a partir de material cósmico, o processo de resfriamento lento, o surgimento da água e o movimento das placas tectônicas ou continentais.

Mas o assunto da noite foi mesmo a formação intrigante do relevo de Poços de Caldas. Muita gente ainda insiste em dizer que Poços é um vulcão extinto e isto não é verdade.

Fenômeno Geológico

De acordo com a professora e outros estudiosos, o que houve foi um fenômeno geológico com o centro emergindo e depois submergindo deixando no entorno as montanhas que diferenciam a cidade. Aliás, as manifestações que ocorrem aqui são consideradas raras pelos cientistas.

Poços, na verdade, faz parte de uma enorme fenda que parte de Cabo Frio (RJ) e chega até o município, resultado dos movimentos internos que ocorrem desde sempre. Para complementar os estudos sobre a geologia local, os alunos estiveram no ponto turístico Pedra Balão fazendo registros do que encontraram e com a orientação dos professores, passaram a entender o quanto as mudanças geológicas influenciaram a ocupação no município.

Leitura

Ainda faz parte do projeto a leitura dos clássicos “Viagem ao Centro da Terra” (Julio Verne) e “A Ilíada” (Homero). O intuito é desenvolver nos estudantes o gosto pela pesquisa e ampliar os conhecimentos sobre moradias e a formação das cidades.

Estado autoriza ordem de serviço para construção do aeroporto de Itajubá e do trevo em Paraisópolis

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles (DEM), participa hoje, 17, em Itajubá e Paraisópolis, no Sul de Minas, das assinaturas da ordem de serviço para a construção do aeroporto de Itajubá e do trevo de acesso ao Distrito Industrial em Paraisópolis.

A obra do aeroporto, que faz parte do programa Aeroportuário de Minas Gerais (Proaero) e será executada pelo Departamento de Obras Públicas (DEOP-MG), consiste na construção da pista de pouso e decolagem, taxiway, pátio de estacionamento de aeronaves, terminal de passageiros, seção de combate de incêndio e acesso ao aeroporto.

Outra obra que recebe ordem de início e execução pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) é a implantação do trevo de acesso ao Distrito Industrial, na rodovia MG 173 entroncamento MG 295, em Paraisópolis, com 32,6 km. As obras representam investimento de cerca de R$ 69 milhões do Governo de Minas.

Estado abre envelope da licitação do aeroporto local

O Governo de Minas abriu, na terça-feira, 19, o envelope do processo de licitação para a ampliação e reforma do Aeroporto de Poços de Caldas, Embaixador Walther Moreira Salles. A  empresa habilitada é a Enecon S.A. Caso ela seja aprovada, será responsável pela criação do projeto executivo de arquitetura e engenharia do local.

PROJETOS EXECUTIVOS

De acordo com o Departamento de Obras Públicas de Minas Gerais (Deop/MG), o valor total dos projetos executivos de Poços de Caldas, Três Corações e Serro está orçado em R$ 820 mil.

A empresa terá um prazo de quatro meses para a entrega do serviço a partir da ordem de início e assinatura do contrato. A empresa contratada realizará uma análise nas instalações do aeroporto da cidade verificando o que devera ser feito. Depois do projeto concluído, começará o processo para execução da obra.

O deputado Carlos Mosconi (PSDB) disse que, finalmente, o aeroporto de Poços será uma realidade. “O Governo de Minas está decidido em ampliar e reformar o aeroporto do município, com a possibilidade, inclusive, de voos regulares. Essa é uma solicitação antiga dos moradores, constituindo em um importante marco de desenvolvimento para a região”, informou.

SEGUNDA ETAPA

A licitação faz parte da 2ª etapa do Programa Aeroportuário de Minas Gerais (ProAero), anunciado pelo governador Anastasia em janeiro. Somente para Poços, serão investidos R$ 32,8 milhões. O valor já está assegurado pelo Estado. Até 1º de março, uma equipe técnica da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop/MG) e do Banco do Brasil irão à Poços. Eles farão um levantamento dos problemas existentes no aeroporto. Esta medida é para melhorar a qualidade dos serviços e da infraestrutura do local.

Última atualização ( Qui, 21 de Fevereiro de 2013 10:33 ).

100 dias de governo: Administração Municipal prioriza dívida herdada

Nos 100 primeiros dias de governo, o gestor municipal da maior Prefeitura do Sul de Minas, mantém concentração no propósito de dar fim à dívida de R$ 43 milhões herdada da administração anterior, relativas a fornecimento de produtos e serviços contratados durante o último ano da gestão passada.

Sempre na companhia do vice-prefeito Nizar El-Khatib (PT) e secundado por técnicos que integram o seu staff de governo, o prefeito Eloísio do Carmo Lourenço (PT), que até então nunca havia ocupado um cargo eletivo, herdou, igualmente, R$ 7 milhões devidos ao INSS, valor não inscrito em dívida fundada, que totalizava, no início de seu mandato, R$ 54,760 milhões.

E para você que pode estar na mesma situação da Prefeitura, veja como saber se tenho processo em meu nome.

PARCEIROS

Com o atenuante de contar com maioria na Câmara dos Vereadores, importante para que outras propostas do seu plano de governo divulgadas durante a campanha eleitoral sejam colocadas em prática ao longo da atual legislatura, o Chefe do Executivo Municipal também aposta no trabalho sintonizado com os chamados deputados da terra (deputado federal Geraldo Thadeu/PSD e deputado estadual Carlos Mosconi/PSDB), assim como a estreita relação com o governo da presidenta Dilma Rousseff (PT), inserindo o Município nos programas do PAC-2, para obras de saneamento, esgotamento sanitário e mobilidade urbana.